18°C 28°C
Água Fria, BA
Publicidade

Presidente admite problemas financeiros no Corinthians e nega saída de Carlos Miguel

o Timão perdeu o milionário contrato de patrocínio máster com a casa de apostas VaideBet

10/06/2024 às 21h48
Por: Redação EF Fonte: Flashscore
Compartilhe:
Divulgação / AFP
Divulgação / AFP

Augusto Melo, presidente do Corinthians, concedeu uma longa entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, nesta segunda (10), para falar sobre o momento turbulento que o clube atravessa. Na última semana, o Timão perdeu o milionário contrato de patrocínio máster com a casa de apostas VaideBet devido à abertura de uma investigação criminal sobre a suposta presença de uma empresa "laranja" no recebimento de pagamentos de intermediação do vínculo firmado entre as partes.

Continua após a publicidade

Além disso, "pipocaram" notícias negativas sobre a condução do clube, como atrasos nos pagamentos de jogadores e funcionários, a não quitação de transferências que podem implicar em penalizações de transfer ban na FIFA, e a possibilidade do goleiro Carlos Miguel deixar o Corinthians rumo ao futebol inglês. 

Sobre o fim do contrato de patrocínio, Augusto Melo sentiu-se traído por pessoas de dentro do clube e disse que providências jurídicas estão sendo tomadas. 

"Não existe nada provado. Existe o que vocês falaram, é isso o que mais me chateia. Traição. Estou colocando de novo na rota, errei em colocar algumas pessoas aqui. Amigos estarão da porta para fora, os que estão aqui hoje são de verdade e têm competência", declarou o presidente do Corinthians. 

Continua após a publicidade

"Não coloco a mão no fogo por ninguém, mas dou autonomia e confiança. Isso (do fim de patrocínio da VaideBet) vai ser esclarecido, já tem depoimentos que disseram que têm provas e não há. Os que divulgaram serão processados criminalmente. Estamos muito tranquilos", completou o mandatário do Timão.

Possibilidade de Impeachment? 

Nos últimos dias, surgiram notícias de que parte do Conselho do Corinthians estaria movimentando-se nos bastidores para pedir o impeachment de Augusto Melo. O presidente descartou qualquer possibilidade de sua saída do cargo, apontando que tal medida seria um golpe. 

"Impeachment não existe. E golpe aqui ninguém vai dar. Fui eleito pelo voto, foram 16 anos de uma dinastia e ninguém vai mudar isso. Errei, estamos corrigindo e o impeachment não me assusta", disse. 

Continua após a publicidade

Salários atrasados 

Augusto também admitiu que o Corinthians convive com salários atrasados. Os vencimentos de funcionários não foram quitados, assim como os direitos de imagem dos atletas. Mas o presidente destacou que já conversou com o grupo sobre o problema e garantiu que as dívidas serão honradas, recebendo ainda o apoio dos atletas. 

"Temos um problema sério de fluxo de caixa e estamos trabalhando para buscar receitas. O patrocínio máster logo estará preenchido. Todo dia chegam 10 contas e temos que escolher o que pagar, mas logo tudo isso estará resolvido", contou o dirigente. 

"Estamos sangrando, mas honrando compromissos. Chamei os atletas, conversei e até me arrepiou porque eles disseram que estavam fechados comigo. Nunca neguei meu telefone para ninguém. Podem me ligar que vou esclarecer qualquer dúvida. Meu perfil é olhar na cara, comigo não tem mentira. Isso aqui é minha vida depois da minha família. Vamos tirar o clube dessa", pontuou Augusto Melo. 

Carlos Miguel de saída? 

Outro tópico da entrevista foi o goleiro Carlos Miguel. O jogador teria aceitado uma proposta do Nottingham Forest, da Inglaterra, e estaria de malas prontas para deixar o clube no próximo mês, quando a janela de trasnferências será aberta. 

Para tanto, o clube inglês desembolsaria 4 milhões de euros (pouco mais de R$ 23 milhões) referentes ao valor da multa rescisória do atleta, reajustada ainda na gestão Duilio Monteiro. A informação caiu como uma bomba entre os torcedores na última semana, já que Carlos Miguel foi alçado à condição de titular justamente devido à saída do ídolo Cássio. 

Augusto Melo negou que o goleiro esteja de saída do Corinthians, mas afirmou que o clube está no mercado em busca de novos nomes para a posição, alimentando, obviamente, a incerteza sobre a sequência do atual titular. 

"Estamos conversando com outros goleiros, temos um scout sendo feito. Não estamos aqui brincando, não fomos nós que liberamos o Cássio, ele quis sair. Não queremos pessoas que não queiram ficar, queremos quem queira ficar aqui. Por isso essa reformulação está sendo importante", comentou o presidente. 

"Tivemos a informação do Carlos Miguel (sobre o contrato), já sabíamos e tivemos a tranquilidade que estaria tudo bem. Não existe a multa cair de 50 milhões para quatro milhões de euros. Aí ficamos reféns se o atleta não quiser renovar. Não chegou nenhuma proposta, não pagaram a multa, mas até então é atleta do Corinthians, está treinando e estamos nessa incerteza", completou Augusto Melo. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Água Fria, BA
19°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 28°

19° Sensação
1.59km/h Vento
96% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h54 Nascer do sol
05h19 Pôr do sol
Ter 28° 18°
Qua 28° 20°
Qui 30° 18°
Sex 29° 18°
Sáb ° °
Atualizado às 22h01
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,81 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,13%
Bitcoin
R$ 361,994,00 -1,56%
Ibovespa
121,341,13 pts 0.74%
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias