17°C 29°C
Água Fria, BA
Publicidade

Brasil derruba Filipinas e vai decidir vaga olímpica contra a Letônia

O roteiro foi parecido com o dos dois primeiros jogos e o desfecho também. A seleção brasileira masculina de basquete largou atrás, mas reagiu e de...

06/07/2024 às 17h51 Atualizada em 06/07/2024 às 18h28
Por: Redação EF Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:
Divulgação / FIBA
Divulgação / FIBA

O roteiro foi parecido com o dos dois primeiros jogos e o desfecho também. A seleção brasileira masculina de basquete largou atrás, mas reagiu e derrotou as Filipinas por 71 a 60 neste sábado (6), em Riga, na Letônia, pelo torneio Pré-Olímpico. Com isso, o Brasil alcança a decisão da competição diante dos donos da casa, neste domingo (7), às 13h de Brasília. Quem vencer estará classificado para os Jogos de Paris.

Continua após a publicidade

Assim como aconteceu diante de Montenegro e Camarões, o Brasil teve dificuldades no primeiro tempo e foi para o intervalo atrás do placar. Filipinas fez 22 a 12 no primeiro quarto e fechou a metade inicial do jogo vencendo por 33 a 27.

No entanto, na volta dos vestiários, o Brasil emendou uma larga sequência de pontos sem resposta filipina e alterou o panorama completamente. Mais uma vez, Bruno Caboclo foi o destaque, com 15 pontos e 11 rebotes. A terceira parcial terminou com o placar de 24 a 6 para o Brasil, que soube controlar qualquer ímpeto adversário nos dez minutos finais para sair com a vitória.

Mais tarde, a Letônia derrotou Camarões por 72 a 59 para garantir sua vaga na grande final.

Continua após a publicidade

Agora, o Brasil se vê na mesma situação que viveu há três anos, quando disputou o Torneio Pré-Olímpico em Split, na Croácia, em busca de uma vaga em Tóquio.

Curiosamente, naquela ocasião, o técnico era Aleksandar Petrovic, que em três anos saiu do comando da seleção para dar lugar a Gustavo De Conti, que deixou a equipe no começo de 2024, sendo surpreendentemente substituído pelo próprio Petrovic.

Segundo o técnico, embora as trajetórias sejam semelhantes (em 2021 o Brasil foi até a final, antes de perder para a Alemanha), não há tanta coisa em comum nas duas campanhas.

"A diferença daquela vez para esta é enorme. Lá, jogamos um basquete perfeito, com três vitórias de quase 30 pontos, contra Croácia, México e Tunísia. E não soubemos sofrer quando chegou a Alemanha na final. Agora estamos sofrendo talvez até demais, mas quem sabe sejamos recompensados", disse o croata na entrevista coletiva pós-jogo.

Continua após a publicidade

O armador Georginho, que também fez parte daquele grupo, confia num final feliz desta vez.

"Jogos difíceis como o contra Camarões e o de hoje criam um time mais forte, mais unido e fazem a nossa energia subir. Mesmo confiantes, seguimos com a guarda alta. Isso é bom. Amanhã [domingo] sabemos que podemos fazer diferente. Estamos prontos para ir a Paris", disse o jogador, que saiu de quadra com oito pontos, quatro rebotes e três assistências.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Água Fria, BA
19°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 29°

19° Sensação
3.95km/h Vento
84% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h55 Nascer do sol
05h27 Pôr do sol
Ter 25° 17°
Qua 26° 17°
Qui 24° 17°
Sex 25° 17°
Sáb 29° 18°
Atualizado às 19h01
Economia
Dólar
R$ 5,57 -0,50%
Euro
R$ 6,07 -0,52%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,40%
Bitcoin
R$ 399,615,70 +0,43%
Ibovespa
127,859,63 pts 0.19%
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias