17°C 29°C
Água Fria, BA
Publicidade

Veja ensinamentos de psicólogo que ajudou Inglaterra a superar trauma dos pênaltis

Na Euro 2024, os ingleses acertaram 5 pênaltis de uma vez apenas pela 2ª vez na história

10/07/2024 às 15h31
Por: Redação EF Fonte: Flashscore
Compartilhe:
Divulgação / Profimedia
Divulgação / Profimedia

A Inglaterra chegou à Euro 2024 com um péssimo histórico em disputas de pênaltis. Em torneios grandes, eram apenas duas vitórias em nove oportunidades.

Continua após a publicidade

O triunfo na marca do cal contra a Suíça, no último fim de semana, pelas quartas de final da Euro, foi apenas o terceiro dos ingleses em Eurocopas e Copas do Mundo.

E a boa performance se deve a uma pequena revolução feita pelo técnico Gareth Southgate – ele mesmo uma das vítimas deste trauma.

Na Euro 96, Southgate perdeu o penal que tirou a Inglaterra da final daquele torneio em pleno estádio de Wembley.

Continua após a publicidade

"Eu decepcionei o país inteiro. Acho que nunca vou superar isso. As pessoas sempre dirão de mim: 'Esse é o idiota que não converteu aquele pênalti'. Espero ter tempo suficiente na minha carreira para mudar isso e fazer algo diferente para que as pessoas se lembrem de mim", disse o então meia em entrevista ao jornal Telegraph após aquela derrota contra a Alemanha.

Força-tarefa contra o trauma

Em janeiro de 2017, pouco depois de assumir a seleção inglesa, Southgate colocou um recém-formado analista de desempenho chamado Chris Markham para liderar uma força-tarefa cujo objetivo era: livrar a Inglaterra do estigma de perdedora de pênaltis.

Mestre em psicologia esportiva, Markham se dedicou ao tema por um ano e meio, e o resultado deu frutos.

Continua após a publicidade

Ele e Southgate discutiram todos os detalhes sobre os penais: não apenas a execução da cobrança (batida na bola, velocidade e ângulo da corrida, técnicas de respiração, etc), mas também como os jogadores se comportavam antes de bater, tanto sozinhos quanto em grupo.

Markham se utilizou dos ensinamentos do psicólogo comportamental e professor norueguês Geir Jordet, que dedicou sua carreira a analisar jogadores de futebol durante os pênaltis.

Jordet pesquisou todas as disputas de pênaltis em um grande torneio desde 1976. "Markham me mostrou como ele usa meu conhecimento, isso me deixou de queixo caído", contou Jordet, que mais tarde incluiu os detalhes do trabalho da seleção inglesa em seu livro "Pressure", sobre a psicologia das cobranças de pênaltis.

Uma tristeza, mas bons resultados

Depois da força-tarefa, a Inglaterra de Southgate venceu três das quatro disputas que encarou. A única derrota foi justamente a mais dolorosa, na decisão da Euro 2020. "A culpa foi minha. Escolhi os atiradores de acordo com suas habilidades no treinamento", explicou o técnico.

A perda do título em Wembley perante a Itália fez Southgate mudar seu approach.

Em três anos, ele melhorou novamente o comportamento dos jogadores e da equipe durante a disputa de pênaltis. Nas quartas de final contra a Suíça, todos os cinco cobradores ingleses botaram a bola na rede – apenas a segunda vez na história em que o time conseguiu 100% de aproveitamento da marca do cal.

Veja abaixo algumas das técnicas de Jordet

• Jogadores que se apressam a correr para a cobrança, perdem mais penais. Atletas que correm para a bola após 0,3 e 0,4 segundos depois do apito, desperdiçam entre 40% e 45% das cobranças.

• Espere um tempinho, mas não muito. Jogadores que esperam de 1 a 2 segundos após o apito, convertem entre 15% e 20% a mais que a média. Mas atletas que tomam mais tempo, erram mais que a média.

• Cada cobrador tem um companheiro de equipe designado para incentivá-lo e ampará-lo.

• Os jogadores no meio de campo não se abraçam, assim eles têm flexibilidade para oferecer apoio social uns aos outros, o que é mais importante do que PARECER ser solidário.

• A rodinha antes das cobranças deve reunir apenas os 11 jogadores em campo – dessa forma o técnico pode avaliar de forma mais clara quem está mais apto a bater e quem pode ser o "companheiro designado".

• Ajudar uns aos outros a diminuir o estresse faz diferença, pois a disputa de penais é um "evento emocional e volátil".

• Não deixe o goleiro tomar controle da situação na hora de colocar a bola na marca da cal e não preste atenção em suas distrações. Quando o goleiro fica se mexendo na linha do gol ou provocando o cobrador, a chance de ele levar a melhor sobe 10%.

• Não se deixe influenciar pelo posicionamento do goleiro. Quando os arqueiros não estão centralizados no meio do gol, os cobradores perdem o penal em cerca de 62% das vezes.

• Se concentre em um ponto fixo antes de chutar. Jogadores cujo olhar se mexe demais antes de bater na bola, tendem a desperdiçar mais cobranças.  

A Inglaterra joga a semifinal da Euro 2024 contra a Holanda nesta quarta-feira (10).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Água Fria, BA
18°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 29°

18° Sensação
2.14km/h Vento
86% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h55 Nascer do sol
05h27 Pôr do sol
Ter 25° 17°
Qua 26° 17°
Qui 24° 17°
Sex 25° 17°
Sáb 29° 18°
Atualizado às 06h01
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 399,822,54 -0,02%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias